sábado, 8 de outubro de 2011

STEVE JOBS, UM GÊNIO MODERNO

            A  morte não  poupa  ninguém. Todos têm de encará-la um dia.  Nem  mesmo um  gênio está imune a ela. Não  há inteligência, não há dinheiro, não há nada que possa  salvar-nos dela. No máximo, a ciência consegue  prorrogá-la por algum tempo, nunca para sempre.
    Steve Jobs, um  homem brilhante, cuja genialidade, paixão pela capacidade de criar coisas novas, uma verdadeira força viva da informática  sucumbiu a ela, após sete anos de luta contra um câncer de pâncreas. Aos 56 anos apenas, esse ser de excepcional inteligência e força de vontade foi colhido pela morte.  Uma perda realmente irreparável para a humanidade. Se ele foi capaz de criar cosas tão geniais como o ipod, o iphone e o ipad (tablet), imaginem o que ele não poderia tirar dessa "cartola mágica" que era seu cérebro, se continuasse vivo por muito mais tempo!
        Ele também  pensou nas crianças ao criar a Pixar, que produziu desenhos encantadores como  "Toy Story". Seus personagens devem estar chorando a perda do pai  genial.
   Com seus  dons extraordinários, o mundo ficou incomensuravelmente melhor. Agora, os anjos é que devem estar felizes por terem alguém que certamente vai inventar coisas incríveis para diverti-los!.     


      

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial